Astral
HistóriaDAS João Bosco

Instituto João Bosco


Qualquer atividade que deseja construir uma história de amor, baseia-se na junção de pessoas sonhadoras com ideais comuns.

Impulsionados pelo lema ´Fora da Caridade não há salvação!´, os membros do Grupo Astral Paraíso do Bem (grupo espírita mais antigo de Barbacena, ainda em atividade) criaram um departamento que gerenciaria as atividades sociais do grupo, visto que a assistência social já era prestada a longos anos. Foi assim que ganhou corpo e vida o Departamento de Assistência Social ´João Bosco´, nome que homenageava o grande educador e sacerdote católico Dom Bosco. Sob a orientação da escola de evangelização ´Aula de Iracema´, o departamento visava prestar assistência social, material e moral – e até lecionar o ensino primário – às crianças pobres, recém-nascidos e gestantes, dirimindo às dificuldades apresentadas pela vida carente.

Fundado em 21 de outubro de 1948, o D.A.S. JOÃO BOSCO promovia um relatório bimestral com a exposição de todas as suas atividades desenvolvidas naquele período: reuniões realizadas pela Diretoria Executiva, ação da correspondência executada pela Secretária, balanço financeiro com escrituração e numerário da Tesouraria, relato de visitas efetuadas pela Comissão Visitadora, exposição do movimento de todo material feito pela Comissão Zeladora, divulgação e propagação do instituto realizado pela Comissão de Expansão, ação arrecadadora efetuada pela Procuratória e a apresentação do Quadro Associativo e das Atividades do D.A.S. João Bosco. O relatório se encerrava com uma conclusão, dissertando sobre o trabalho, o auxílio recebido e agradecimentos; e em ato contínuo, apresentava a diretoria.

Na capa do relatório bimestral que era distribuído gratuitamente, apresentava a reflexão: ´A caridade te chama, / Pratica-a sem alarde. / Atendes agora; amanhã / talvez, seja muito tarde´.

De uma organização admirável, suas contas eram constituídas em pastas e ficavam à disposição de quem o desejasse. Com o aumento dos trabalhos e dos colaboradores, novas idéias foram surgindo com o tempo. E foi assim, que no dia 5 de julho de 1959, o D.A. S. ´João Bosco´ reuni-se na sua sede à Praça Conde de Prados, 126 e tratou sobre a mudança do nome da instituição e a reforma do estatuto – que ganhava a partir deste momento, personalidade independente do Grupo Astral Paraíso do Bem, deixando de ser um departamento e se tornando o INSTITUTO JOÃO BOSCO.

O instituto conquistou admiração e respeito da sociedade barbacenense, e por isso, pessoas de melhores condições financeiras doaram alguns terrenos para aumento das atividades do IJB. E foi após a construção de sua sede própria á Rua Tomaz Gonzaga, 330, Boa Morte, que as atividades se intensificaram. E em 1970, o Instituto almejou fazer uma reforma no imóvel para implantação de um colégio idealizado pela presidente da instituição Léa Dias Abrantes. E 1975 celebrou-se o contrato de locação entre o IJB a Sociedade Educadora LTDA.

Com o passar dos anos, os idealizadores e trabalhadores perderam, alguns o vigor e outros a vida física, deixando assim o trabalho, que deveria ser continuado para a posteridade e para os homens (e mulheres) de boa-vontade.

Nelson Xavier
Vice-presidente do Grupo Espírita Astral Paraíso do Bem